TSMC não está cobrando a Apple por chips defeituosos de 3nm antes da introdução do iPhone 15 Pro.

TSMC não cobra Apple por chips defeituosos de 3nm antes do lançamento do iPhone 15 Pro.

O fornecedor de chips TSMC tomou a medida incomum de não cobrar a Apple por chips defeituosos de 3nm antes do lançamento do iPhone 15 Pro e do chip A17 Bionic, informa o The Information.

O iPhone 15 Pro é amplamente rumorado por ter o chip A17 Bionic – o primeiro chip da Apple fabricado com um processo de fabricação de 3nm. O nó de 3nm permite que os transistores sejam ainda mais densamente embalados, resultando em melhor desempenho e eficiência.

A introdução de tecnologia de chip aprimorada, como o 3nm, envolve a produção de um grande número de chips defeituosos até que o processo de fabricação possa ser aperfeiçoado. De acordo com o The Information, a TSMC está cobrando apenas da Apple pelos “dies conhecidos como bons”, sem cobrar pelos chips defeituosos. Isso é altamente incomum, já que os clientes da TSMC geralmente têm que pagar pela pastilha e por todos os dies que ela contém, incluindo os defeituosos.

  • Apple Silicon de 3nm: o que é e por que é importante?

Como os pedidos da Apple para a TSMC são tão grandes, ela aparentemente consegue justificar absorver o custo dos chips defeituosos. A disposição da Apple em ser a primeira cliente do fornecedor para novos processos de fabricação ajuda a pagar pela pesquisa e desenvolvimento de novos nós, assim como pelas instalações para produzi-los.

O tamanho dos pedidos da Apple também permite que a TSMC aprenda mais rapidamente como melhorar e expandir um nó durante a produção em massa. Uma vez que os problemas de produção e rendimento com a fabricação de chips de 3nm melhorem e outros clientes busquem a tecnologia, a TSMC pode exigir preços mais altos desses clientes, assim como cobrar pelos dies defeituosos.