Anúncio gráfico pró-Israel aparece em jogos infantis

Publicidade pró-Israel em forma de gráfico é exibida em jogos infantis

Em um incidente surpreendente, primeiro relatado pela Reuters, uma criança de 6 anos em Londres foi exposta a um vídeo gráfico pró-Israel enquanto jogava um jogo de quebra-cabeça em seu telefone Android. O vídeo, que mostrava militantes do Hamas, famílias israelenses e imagens gráficas embaçadas, terminou com uma mensagem do Ministério das Relações Exteriores de Israel, avisando: “NOS CERTIFICAREMOS DE QUE AQUELES QUE NOS PREJUDICAM PAGUEM UM PREÇO ALTO.”

Esse incidente levantou preocupações sobre a colocação de tais anúncios em jogos populares entre crianças.

A propagação do anúncio

Maria Julia Assis, mãe do menino, ficou surpresa com o conteúdo do anúncio pró-Israel e sua aparição em um jogo infantil. Ela não é a única. A Reuters identificou pelo menos outros cinco casos na Europa em que o mesmo vídeo foi mostrado a jogadores, incluindo crianças. Em um caso notável, o anúncio foi encontrado no jogo amplamente jogado “Angry Birds” da desenvolvedora Rovio, de propriedade da SEGA. A Rovio reconheceu o erro e está tomando medidas para bloquear tal conteúdo.

Respostas oficiais

David Saranga, chefe digital do Ministério das Relações Exteriores de Israel, confirmou a origem do vídeo, mas expressou incerteza sobre sua aparição em diversos jogos. Ele enfatizou que o ministério instruiu os anunciantes a bloquearem o conteúdo para menores de 18 anos. A campanha publicitária, parte de um esforço de promoção maior, foi iniciada após o ataque do Hamas ao sul de Israel em 7 de outubro.

Embora o Ministério das Relações Exteriores de Israel tenha sido transparente sobre seus esforços de publicidade digital, a Reuters não encontrou evidências de uma campanha palestina semelhante. No entanto, a Autoridade Palestina vem trabalhando para compartilhar evidências do sofrimento em Gaza devido às ações de Israel.

Preocupações e reações

A aparição desses anúncios em jogos tem levantado preocupações, especialmente quando são encontrados em títulos voltados para a família, como “Mergulhando no Mundo da Alice”, “Pilha” e “Subway Surfers”. Muitos desenvolvedores de jogos, quando contatados, não responderam às perguntas sobre os anúncios.

No Reino Unido, onde Assis e seu filho residem, a Advertising Standards Authority supervisiona campanhas publicitárias. Eles enfatizam que o conteúdo gráfico deve ser direcionado para longe de menores de 18 anos.

A aparição inesperada de anúncios políticos em jogos infantis levantou preocupações sobre a supervisão da publicidade digital. Com o avanço do cenário digital, garantir a segurança e a adequação do conteúdo para todos os usuários continua sendo uma prioridade.