Novas diretrizes de criptomoedas do Reino Unido reveladas

Novas Diretrizes Reveladas para Criptomoedas no Reino Unido

O governo do Reino Unido revelou suas diretrizes definitivas para o setor de criptomoedas, com intenção de promulgar legislação em etapas, a partir de 2024. As regras recentemente estabelecidas colocarão as operações pertinentes de criptomoedas sob o controle da Autoridade de Conduta Financeira (FCA), aderindo à estratégia estabelecida pelo primeiro-ministro Rishi Sunak em abril de 2022 para transformar o Reino Unido em um centro mundial de inovação em ativos de criptomoedas. Essa movimentação estratégica tem como objetivo promover o crescimento, atrair investimentos e garantir a proteção do consumidor, bem como manter a integridade do sistema financeiro nacional. Como parte das novas diretrizes, as exchanges de criptoativos e provedores de carteira serão obrigados a cumprir regulamentações rigorosas da FCA no combate à lavagem de dinheiro e financiamento do terrorismo, abrindo caminho para uma economia digital mais segura e inovadora no Reino Unido.

Apoio de autoridades do governo dos Estados Unidos

O ministro do Tesouro dos Estados Unidos, Andrew Griffith, expressou sua satisfação com as sugestões finalizadas, afirmando que o Reino Unido se estabeleceu como “a opção evidente para iniciar e expandir um empreendimento de criptoativos”. Em comunicado, ele destacou as inúmeras vantagens oferecidas pelo país para empresas que buscam lançar ou expandir suas operações no setor de moedas digitais. Isso inclui um sólido arcabouço regulatório, um ecossistema financeiro diversificado e apoio governamental contínuo à inovação em fintech.

A administração visa incorporar criptomoedas às regulamentações de serviços financeiros convencionais, com ajustes para elucidar o tratamento de determinados criptoativos e tokens não fungíveis (NFTs). Essa abordagem oferecerá maior clareza e estabilidade para empresas e indivíduos envolvidos no espaço de ativos digitais em rápido crescimento. Além disso, facilitará uma integração mais suave de transações e investimentos relacionados a criptomoedas no cenário financeiro tradicional, aumentando a proteção do consumidor e combatendo atividades ilícitas.

Esclarecimento sobre a regulamentação de tokens não fungíveis

Tokens não fungíveis distintos, como colecionáveis ou obras de arte, não estarão sujeitos à regulamentação de serviços financeiros; no entanto, NFTs utilizados como meio de troca de outros criptoativos ou produtos financeiros podem estar sujeitos a regulamentação. Esse esclarecimento fornece um quadro mais claro para criadores, investidores e usuários se envolverem com NFTs sem o medo de violar inadvertidamente regulamentações financeiras ao lidar com objetos de coleção digital ou obras de arte. No entanto, é essencial que todas as partes envolvidas estejam vigilantes e bem informadas sobre o cenário regulatório ao utilizar NFTs para facilitar transações envolvendo criptoativos ou produtos financeiros, a fim de evitar possíveis penalidades ou problemas legais.

Crédito da imagem em destaque: Foto por Jonathan Borba; Pexels; Obrigado!