Elon Musk quer remover manchetes de artigos de notícias sobre X

Elon Musk quer remover manchetes de notícias sobre X

Elon Musk tem uma nova ideia de como tornar o X… melhor?

Conforme relatado pela primeira vez pela revista Fortune e posteriormente confirmado pelo próprio Musk, o dono do Twitter planeja remover os títulos dos artigos de notícias compartilhados no X (ex-Twitter).

No momento, os links para artigos de notícias são exibidos como “Cards”, consistindo de uma imagem, um link, um título e um resumo do artigo, que não contam na contagem de caracteres das postagens no X. Se Musk seguir em frente com sua ideia, os links para artigos de notícias serão removidos de todo o texto, deixando apenas a imagem principal e a URL como os links para o artigo real.

É claro que o usuário que compartilha o artigo de notícias poderá preencher as lacunas no tweet, embora não seja certo que o farão.

A justificativa de Musk para a mudança, segundo o relato do editor, é reduzir o tamanho das postagens de notícias e, assim, exibir mais postagens nas cronologias dos usuários (Musk mesmo disse que isso “melhorará muito a estética”). Musk também convidou recentemente jornalistas a publicarem “diretamente” no X (o que teoricamente eles podem ser remunerados pelo modelo de compartilhamento de receita de anúncios do Twitter, embora precisem ser assinantes pagantes do Twitter Blue para serem elegíveis para isso).

O tweet pode ter sido excluído

A notícia vem logo após relatos de que o X começou a reduzir o tráfego para sites concorrentes e certos veículos de notícias, incluindo Facebook, Instagram, Bluesky e The New York Times.

A Fortune diz que Musk apresentou essa nova ideia aos anunciantes, que “não gostaram”, mas ele supostamente planeja seguir em frente com o plano de qualquer maneira.

Na verdade, o plano parece já estar em andamento; em uma atualização recente, a versão móvel do X introduziu links de URL sobrepostos às imagens nos artigos de notícias. Da mesma forma, a descrição curta dos artigos não é mais visível, embora os títulos ainda permaneçam no lugar.