O crescente impacto da IA na China Uma análise dos últimos números de patentes

O impacto em constante aumento da Inteligência Artificial na China Uma análise dos recentes dados de patentes

O compromisso da China em liderar a fronteira da IA é evidente, com um aumento significativo no número de registros de patentes que superam em muito os dos Estados Unidos.

A ascensão da IA na China

Numa medida que sublinha as ambições tecnológicas da China, a Bloomberg relata que o país registrou um aumento nos registros de patentes relacionadas à IA. A Organização Mundial da Propriedade Intelectual mostra que instituições chinesas registraram 29.853 patentes de IA em 2022, um modesto aumento em relação às 29.000 de 2021. Em contraste, os Estados Unidos tiveram uma queda de 5,5% no número de registros. Essa diferença significa que a China agora responde por mais de 40% das solicitações de patentes globais de IA, com o Japão e a Coreia do Sul ficando atrás com um total combinado de 16.700 solicitações em 2022.

A estratégia de Pequim

O aumento nos registros de patentes de IA da China não é apenas sobre números. É um reflexo da estratégia mais ampla de Pequim para garantir que suas instituições e empresas liderem setores chave. Desde a fabricação de chips até a exploração espacial, a China está deixando sua marca. O recente destaque dado pelo presidente Xi Jinping à aceleração da pesquisa fundamental é uma resposta direta aos esforços dos Estados Unidos para limitar o acesso da China a tecnologias avançadas. Isso tem impulsionado investimentos significativos da China em IA e computação quântica.

Empresas como a Baidu agora estão competindo com outros gigantes da tecnologia, incluindo Alibaba e Tencent, para desenvolver soluções de IA que possam rivalizar com as de concorrentes americanos, como o ChatGPT da OpenAI.

O quadro geral

Embora as patentes sejam uma medida de intenção e inovação, também são ferramentas estratégicas. Para a China, construir um portfólio robusto de patentes é visto como uma forma de enfrentar as restrições tecnológicas de Washington. Embora nem toda patente leve a uma invenção inovadora, empresas como a Huawei já demonstraram que a inovação pode seguir a intenção.

A dominação da China nos registros de patentes de IA começou já em 2017, período em que o país também viu um boom de aplicações de IA em várias indústrias.

O crescimento da China no campo da IA é ao mesmo tempo estratégico e um indicativo de suas ambições tecnológicas mais amplas. À medida que a China continua a investir e inovar, o panorama global da tecnologia pode testemunhar uma mudança de liderança e influência.